amp template

Varizes

Mobirise

O que são:
   

São veias dilatadas, com volumes aumentados, tornando-se tortuosas e alongadas com o decorrer do tempo. Dependendo da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou grande calibre. Geralmente apresentam-se nos membros inferiores, ou seja, pés, pernas e coxas, sendo sua maior incidência no sexo feminino.

Como se desenvolve:

Fatores hereditários, fatores hormonais (as veias dilatadas tendem a aumentar durante a gravidez, podendo regredir total ou parcialmente com o parto), idade, tabagismo, obesidade, falta de movimento (ficar muito tempo sentado ou em pé parado é muito ruim para o “bombeamento” do sangue nas veias) e o calor (a exposição ao calor por tempo prolongado pode vir a provocar uma dilatação das veias.  

Procedimento realizado por cateteres com balcões, stents e endoproteses para tratamento cirúrgico com micro cortes e por punções para correção de aneurismas, doenças obstrutivas arteriais das carótidas e dos membros superiores e inferiores com sinais de isquemia. Porcedimento menos agressivo com diminuição do tempo de internação e com menos riscos cirúrgicos para os pacientes com essas patologias.

Choose from the large selection of latest pre-made blocks - full-screen intro, bootstrap carousel, content slider, responsive image gallery with lightbox, parallax scrolling, video backgrounds, hamburger menu, sticky header and more.

Sites made with Mobirise are 100% mobile-friendly according the latest Google Test and Google loves those websites (officially)!

Mobirise themes are based on Bootstrap 3 and Bootstrap 4 - most powerful mobile first framework. Now, even if you're not code-savvy, you can be a part of an exciting growing bootstrap community.

Choose from the large selection of latest pre-made blocks - full-screen intro, bootstrap carousel, content slider, responsive image gallery with lightbox, parallax scrolling, video backgrounds, hamburger menu, sticky header and more.

Quais são os sintomas:

Alguns dos sintomas ou sinas mais freqüentes são:
Câimbras, Inchaço, principalmente nos tornozelos ao final do dia, queimação nas pernas e planta dos pés; presença de veias azuladas e muito visíveis;, coceira ou prurido, agrupamentos de finos vasos avermelhados, sensação de peso e cansaço ou sensação de dormência nas pernas.  

Como se faz o diagnóstico: 

O diagnóstico de varizes é relativamente fácil na medida em que pode ser feito pela simples inspeção visual. O exame utilizado para avaliação de refluxo venoso, e como auxiliar do tratamento cirúrgico, é a ultra-sonografia venosa realizada com o Doppler Venoso. O Doppler pode também auxiliar na busca de tromboses venosas e de alterações no fluxo do sangue venoso.  

Quais são as complicações das varizes: 

Quando não tratadas de forma correta as varizes podem progredir e desenvolver severas complicações. Entre elas podemos citar:

Eczema - geralmente se inicia com prurido (coceira). Dermatite. Flebite e trombose - flebite significa inflamação da veia. Varicoflebite consiste na inflamação das varizes. Esta inflamação pode vir acompanhada da formação de trombo decorrente do sangue que coagula. Esta trombose superficial pode progredir para as veias profundas e aumentar o risco de embolia pulmonar. Pigmentação e escurecimento da pele.

Hemorragias - a pele e a parede das varizes muitas vezes ficam tão finas que facilmente se rompem. Quando isto acontece pode ocorrer uma importante perda de sangue. Nessa situação, procure deitar, elevar a perna e colocar bandagens compressivas sobre o local. Feito isto, procure imediatamente o seu médico. Este episódio é chamado de varicorragia (hemorragia proveniente de varizes).

Úlceras - a complicação mais temida pela população é a formação de feridas nas pernas denominadas úlceras. No inicio cicatrizam com certa facilidade mas, com o tempo e se tratadas de forma indevida, vão se tornando mais complexas. Como existem vários tipos de úlceras nas pernas, é importante o acompanhamento de um especialista.  

Qual é a importância das Veias Safenas: 

É a veia superficial mais longa do nosso corpo, indo desde a parte interna do tornozelo até a virilha. Pelas suas características a veia safena é muito utilizada para substituir artérias entupidas em varias regiões do nosso corpo, principalmente as artérias coronárias (coração) e artérias da própria perna. É por este motivo que algumas pessoas pensam que a safena é uma veia do coração. Por esta razão a safena tornou-se uma veia muito importante e só deverá ser retirada se estiver muito doente e não servir para a confecção de pontes também chamadas de bypass. Muitas cirurgias de varizes podem ser realizadas sem retirar as safenas, desde que não estejam muito comprometidas com a doença varicosa.Existe outra veia safena menor, chamada de Safena Externa, e que se localiza na parte de trás da perna, mas precisamente sobre a panturrilha.

Como se previne: 

Evitar ganhos exagerados de peso, dieta rica em fibras para evitar a constipação intestinal, procurar não permanecer muito tempo parado em pé ou sentado. Não usar cintas abdominais apertadas, realizar caminhadas ou exercícios físicos com supervisão médica, não fumar, utilizar sistematicamente meias elásticas, principalmente durante a gravidez, evitar hormônios anticoncepcionais, consultar regularmente seu angiologista / cirurgião vascular.


Unidades

Unidade Tatuapé
Unidade São Bernardo
Unidade Santo André

Contatos

Tatuapé: (11) 2227-5021
São Bernardo: (11) 4125-7656
Santo André: (11) 4997-6054